serviços

O QUE É GEOPROCESSAMENTO



Mapa base do Geoprocessamento
do DAE com nome de bairro.

O projeto teve início com um protótipo desenvolvido em Clipper e um CAD muito antigo denominado Pro-Design e foi apresentado em meados de 1994 por funcionários da Seção de Topografia do Departamento de Água e Esgoto de Bauru. Esse sistema funcionava como um cadastro digital muito simples e tinha como função facilitar a busca nos mais de 25.000 desenhos existentes.

O presidente da autarquia naquela época era um profundo conhecedor de informática e aplicações CAD e trouxe algumas informações sobre sistemas de Geoprocessamento e, conhecendo o protótipo apresentado que ia de encontro com as novas tecnologias, decidiu formar um laboratório para teste das tecnologias existentes com o objetivo de verificar a possibilidade de utilizá-las no Departamento. Os responsáveis pelo protótipo foram convidados a fazer parte da equipe que trabalharia de portas fechadas nesse desenvolvimento, sem responsabilidades na geração de resultados a curto prazo. Nenhum dado estava pronto para esse projeto e nem mesmo a base cartográfica estava disponível no Município.

Em 1995 foi iniciado o trabalho baseado em tecnologia SIG e nessa fase foram adquiridos dois microcomputadores, uma mesa digitalizadora no formato A1, uma Plotter e um Scanner A4. Após varias visitas a municípios que já haviam iniciado os trabalhos utilizando a tecnologia GEO, observamos os resultados através de testes em vários softwares, ficando decidido que a escolha do software ferramenta seria pela capacidade de manipulação de entidades gráficas, a capacidade de apresentar toda a base cartográfica de uma só vez e o baixo custo, em razão dos poucos recursos disponíveis.

Alguns funcionários do próprio Departamento foram escolhidos para o desenvolvimento. Na primeira fase foram escolhidos apenas desenhistas, pois tínhamos que desenvolver nossa própria base cartográfica devido aos poucos recursos disponíveis. O projeto foi iniciado e o pessoal foi treinado na tecnologia escolhida para o desenvolvimento da base cartográfica.

A primeira utilização real do Geoprocessamento ocorreu durante os trabalhos de desenvolvimento do Plano Diretor do Município de Bauru de 1996, quando toda a equipe foi alocada e todas as Secretarias do Município se uniram para a geração de dados. Nessa fase já estavam em condições de operação a base cartográfica e o cadastro de redes de água e esgoto nos mapas. Todas as imagens do Caderno de Dados do Plano Diretor foram geradas através do sistema de Geoprocessamento do Departamento de Água e Esgoto de Bauru.

Após um ano de trabalho para a confecção do Plano Diretor do Município de Bauru, os equipamentos e técnicos retornaram ao Departamento para a construção do Sistema de Banco de Dados, que consiste no levantamento de todas as informações disponíveis no Departamento de Água e Esgoto de Bauru e no Município, sua estruturação e a criação de políticas de atualização eficientes.

Os softwares são considerados pelos técnicos do DAE Softwares Ferramentas. Eles não oferecem os aplicativos necessários prontos, mas oferecem a flexibilidade de desenvolvimento que desejávamos, pois era ponto pacífico que queríamos desenvolver nossa própria tecnologia, acreditando que no futuro outros se juntariam e que a flexibilidade de desenvolvimento e o baixo custo fosse o diferencial para um grande sistema de Geoprocessamento Municipal.

O sistema está sendo utilizado maciçamente desde sua disponibilização em 1997. Inúmeras aplicações estão sendo disponibilizadas, desde a identificação de forma gráfica de inadimplentes até os parâmetros de consumo de água por quadra.

O sistema de Geoprocessamento do Departamento de Água e Esgoto de Bauru é atualmente o projeto mais respeitado e elogiado do Município, sendo acompanhado de perto pelos maiores fabricantes desse tipo de tecnologia, em razão da seriedade com que é conduzido e à vista dos resultados obtidos.

Estamos agora em fase de integração com outros órgãos da Administração Municipal: Secretaria de Planejamento, Secretaria de Obras do Município e EMDURB. A objetivo inicial é centralizar o desenvolvimento da tecnologia e disponibilizá-la para todas as secretarias municipais. O projeto visa ao controle do crescimento da cidade, oferecimento de serviços para os munícipes de forma mais rápida e confiável, geração de ferramentas de gerenciamento mais eficazes para a Administração Municipal, automatização dos sistemas de bombas, válvulas, semáforos etc e a integração de todas as fontes geradoras de dados do Município, motivo pelo qual pode-se afirmar que o sistema de Geoprocessamento realmente se diferencia dos outros sistemas.



imprima »

Contato

Bauru: 0800-7710195
Ligações por celular: 14-3235-6140 / 3235-6179
Outras localidades: 14-3235-6100

Endereço: Rua Padre João, 11-25
Vila Santa Tereza
CEP 17012-020
Bauru - SP

E-mail: dae@daebauru.sp.gov.br

MAIS INFORMAÇÕES
Visite nossa página de contatos

Poupatempo

Atendimento ao público
Endereço: Av. Nações Unidas, 4-44

Horário de funcionamento
de segunda a sexta das 8h às 17h e sábados das 8h às 13h