DAE apresenta ações para enfrentar o período de estiagem em reunião na Câmara Municipal

05/05/2022 - 13:17:23

O presidente do DAE, Marcos Saraiva, atendendo a convocação do presidente da Comissão de Meio Ambiente, Higiene, Saúde e Previdência, vereador Luiz Eduardo Penteado Borgo, compareceu em reunião na Câmara Municipal na tarde da quarta-feira, 04, para apresentar e discutir as ações de enfrentamento do período de estiagem no município.

Dentre as ações, o presidente destacou o andamento das obras de setorização para reduzir os vazamentos de água; implantação das micros e macros medições; projeto para construção de ETA em sistema modular a ser implantada na lagoa de captação que está em fase de levantamento de custo final; Projeto SACRE, uma parceria entre o Departamento e universidades para estudos e viabilidades de perfuração de poços e pontos de captação de água, em andamento; projeto para captação complementar na lagoa prevista no PDA para 2024 e que está sendo elaborado.

O principal assunto foi a previsão para a limpeza e desassoreamento da lagoa de captação do Rio Batalha. O diretor da Divisão de Produção e Reservação, Leonardo José dos Santos explicou sobre estudo contratado no valor de R$ 35.875,00 e apresentado pela USP de São Carlos em janeiro sobre a possibilidade de proliferação de cianobactérias, prejudiciais à saúde devido a sua toxicidade, caso a limpeza e desassoreamento for realizada de maneira imediata e total. A autarquia procedeu a retirada das plantas macrófitas em janeiro, mas conforme recomendação dos especialistas, deve-se aguardar o período de três meses para análise da água do local e, posteriormente dar continuidade as ações necessárias, como a limpeza e desassoreamento. A licitação para contratar o referido estudo está em andamento, como também para análise do lodo da lagoa com o objetivo do correto e adequado descarte do material.

O presidente da autarquia apresentou as ações realizadas desde 2021 para aumentar a produção de água para os bairros atendidos pelo sistema Batalha/ETA, como a reabertura de um trecho do Rio Batalha tomado pelo assoreamento, liberando o fluxo de água de um de seus afluentes; a ligação da adutora do Poço Imperial à Estação de Tratamento de Água; substituição da adutora de seis polegadas do Parque Santa Cândida para 8 polegadas para atender a região da Vila Seca; reativação dos poços Consolação e Parque Real; entrega dos poços Praça Portugal e Infante Dom Henrique. O poço Nova Esperança será reativado nos próximos dias.

Alguns projetos estão em andamento para execução até o final do ano. A construção dos reservatórios elevado e apoiado da Vila Dutra com capacidade total de 2350 m³ de água; abertura de poços no Distrito Industrial III, Chácaras Cardoso e Vila Serrão; contratação de caminhões-pipa para atuarem no período de estiagem, caso necessário.

Com as ações programadas, o DAE pretende captar 210 litros por segundo na lagoa de captação. Atualmente, a captação está em 420 litros por segundo, alternando para 490 l/seg nos horários de pico, com uma média de 430 l/seg.

Compareceram à reunião, os diretores Leonardo José dos Santos da Divisão de Produção e Reservação; Wesley Passeto, do Serviço de Controle de Perdas; Danilo Albieri, da Divisão Administrativa e o procurador jurídico, Gustavo Pelegrini.

Acompanharam a reunião, os vereadores Chiara Ranieri, Estela Almagro, Guilherme Berriel, Milton Sardin, Júlio Cesar, Marcelo Afonso, Marcos Souza, Benedito Meira, Edson Miguel e Eduardo Borgo que presidiu o encontro.

A primeira reunião para discutir ações de enfrentamento da crise hídrica ocorreu em dezembro de 2021.

Fotos: Juliana Lobato/DAE

Assessoria de Comunicação DAE Bauru

galeria

busque num clique

por data

por palavra-chave


Preencha os campos acima para pesquisar algo específico.